Correio normal,azul, registado, a cobrança

O objetivo deste artigo é dar a conhecer as diferenças entre as várias formas de envio de correspondência ou encomendas em Portugal, via CTT. É também apresentado um calculador de custos de envio a cobrança, assim como os custos de outros tipos de envio. 

Calculadora de custos de envio CTT

Correio normal

O envio em correio normal é uma opção no mínimo curiosa. O envio tem um tempo estimado de 2, 3 ou 4 dias, mas pode demorar mais. Trata-se por isso de um serviço de interesse muito reduzido: Quem tem uma carta para enviar que não importa com o prazo de entrega e ainda assim corre o risco elevado de extravio? Trata-se da opção mais barata de envio, mas o interesse neste tipo de envio é muito limitado.

Correio azul

Os Ctt garantem a entrega do correio azul no dia seguinte ao envio, em território nacional. É a melhor forma de envio porque é aquela, entre as mais baratas, em que é mais fácil seguir a encomenda embora a forma de seguimento seja confirmar se a mesma foi entregue ou não. No caso de não ter sido entregue pouco há a fazer, mas pelo menos podemos reclamar com os CTT. Veja como aqui como reclamar com os CTT.

O correio registado

O correio registado tem um número de seguimento e por isso é a forma mais segura de envio. É por isso que é uma das mais caras. Quando envia algo em correio registado, preenche ao balcão um registo que é carimbado e lhe é devolvido. Neste registo consta o seu número de registo. Pode seguir o estado da sua encomenda registada ou descarregar a APP.

Se a encomenda se perder os CTT devolvem o valor da mesma?

Este é um erro muito comum: Os ctt não devolvem o valor da encomenda (argumentam, com razão que não abrem a encomenda e por isso não conhecem o seu conteúdo) mas devolvem um valor baseado no peso da mesma. O valor devolvido por KG é de mais ou menos 10€, mais os portes. Por isso, se vai enviar um iPhone fantástico por correio registado fique sabendo que se a coisa correr mal (se for roubado no transporte) será ressarcido em 15 ou 20€. Leia por favor este artigo. Os Ctt não informam de forma clara esta situação, porque o segredo é a alma do negócio e fazer crer que há uma devolução no correio registado dá segurança ao cliente.

O envio a cobrança

Talvez a forma mais procurada de envio pelos compradores. Pagar quando se recebe é a forma mais segura de concluir uma transação. Trata-se de uma opção cara que para os compradores acarreta alguns riscos:

O primeiro é o comprador não levantar a encomenda. Neste caso o comprador perde o preço dos portes e a encomenda é devolvida. Como os portes não são baratos é um fator a ter em conta na hora de fazer negócio.

O segundo é o comprador ter que aguardar que chegue o vale de pagamento, prova que o comprador pagou a encomenda, e ter que ir para os CTT levantar o vale, aguardar na fila, esperar que quando chegar a sua vez haja dinheiro disponível para que os CTT façam o pagamento etc.

O tempo de espera de um vale pode ser elevado, sobretudo se a venda for feita para os Açores ou Madeira. Trata-se de vender agora e aguardar o pagamento.

Como seguir o envio a cobrança?

O processo é o mesmo do usado para seguir o correio registado. Pode fazê-lo neste link: Como seguir o envio a cobrança?

Em resumo o envio a cobrança é caro e acarreta riscos para o comprador. Há que pesar estas condicionantes na hora de enviar encomendas nestas condições. Por vezes é pedido ao comprador o valor dos portes adiantadamente, mas este pedido nem sempre é bem recebido pelos compradores. No fundo não confiam o suficiente para pagar adiantamente os portes, mas o vendedor tem que confiar no envio e poder perder o valor dos mesmos.

Formulário de envio correio registado

formulário envio correio registado
fig1 . Formulário de envio correio registado

Formulário de envio a cobrança

formulario envio a cobrança
fig 2 - Formulário envio a cobrança

Como reclamar com os CTT contra roubos ou atrasos?

Reclamações CTT

Os CTT usam o termo extravio quando uma encomenda se perde. O facto de usar este termo indica que há alguma desresponsabilização, uma vez que se admitissem o roubo teriam que indemnizar o cliente. A palavra extravio significa para esta empresa que algo muito estranho aconteceu, quase esotérico desresponsabilizando assim os seus profissionais. A palavra extravio está para os CTT como bruxedo. Mas não há bruxedos.

Caso prático:

Uma encomenda é colocada nos CTT pelas 15:30 em correio azul. Deve ser entregue no dia seguinte por isso imagina-se que os tempos de pausa são poucos. Como é que pode desaparecer? A carrinha de transporte caiu ao mar? O condutor passou-se e soltou fogo à correspondência? É claro que nada disto aconteceu. O que aconteceu foi um roubo pura e simples! É por isso que:

Nunca enviar encomendas em correio azul à 6ª feira.

Neste caso a possibilidade de desaparecimento é muito grande.

O empregado ajuda o patrão

Sendo de lastimar o roubo, neste caso o funcionário ajuda a empresa. Se proceder à reclamação irá receber uma carta dizendo que a empresa tem muita pena, faz o possível e o impossível para que as coisas corram bem, mas só se responsabiliza pelo correio registado empurrando assim o cliente para os valores de portes mais elevados.  Neste caso trata-se de um caso de ganho/ganho ganha o funcionário que fica com a encomenda e a empresa que vende mais caro o serviço.

Como reclamar?

Deve reclamar sempre, quando mais não seja por uma questão de cidadania. A reclamação deve ser feita para email reclamacoes@ctt.pt nos seguintes termos:

No dia tal foi enviada da estação dos CTT uma encomenda destinada a —- remetida por — e a encomenda não foi entregue.

O resultado não é fantástico: Irá receber uma carta a lastimando o acontecido, os CTT têm muito pena etc. e encaminham-no para o correio registado. 

Estas coisas acontecem?

Por vezes pensamos assim: será que os carteiros roubam mesmo as encomendas? Faz tempo enviei umas gravatas para um senhor italiano que estava hospedado num hotel em Lisboa. As gravatas infelizmente desapareceram. Lá me entendi com o senhor, possivelmente dividimos a perda, mas já não me recordo bem. Sei que passado um tempo um carteiro foi apanhado a roubar correspondência em Lisboa. Foi feita uma revista a sua casa e enumerados os bens roubados. Entre eles estavam gravatas.

Brevemente APP disponível

Brevemente teremos uma APP disponível para Android que disponibiliza estas informações sobre os custos de envio CTT.

Quer contatar-nos?

Desenvolvemos software à medida tanto para Internet, como para windows. 
Se procura um serviço de programação consulte-nos. Os orçamentos são gratuitos e quem sabe se após a nossa consulta não encontra uma proposta diferente para o seu problema.

Estamos ligados à empresa de comercialização de soluções de hardware Urupema. Consulte os nossos preços e condições.